Saudações.

" Não quero lhe falar meu grande amor; das coisas que aprendi nos discos...
Quero lhe contar como eu vivi; e tudo o que aconteceu comigo (...)"

(Antônio Carlos Belchior- Como nossos pais)

domingo, 9 de agosto de 2009

Eu quis


Deus viu como eu quis, como eu quis
te ter pra mim.
Como eu quis, viver pra te.
Não foi o bastante algo que eu fiz, mas
dei o máximo todo o tempo.
Não pensei que tão cedo assim, acabaria
teu sentimento.
Se soubesse, nao o aceitaria, pois
não o queria por momentos.
Queria por toda vida...
Não entendi o que dizia, mas bom não
era, porquê tua voz tremia.
Se é verdade que nada por mim sentia, porquê
enganou meu coração ingênuo, não teve culpa o
pobre coitado, por isso mesmo ficou calado.
Lágrimas caiam descontroladamente, dos olhos inchados.
Você foi cruel, covarde e infiel...
Você foi severo, mas diz que foi sincero.
Será mesmo que foi? porquê não acredito no fim de nós dois!
Prometi não mais te querer, não quero te ver sofrer, mas
se é assim que tem que ser
Que seja assim, pra mim e pra você...
Foi bom te conhecer, melhor ainda poder te ter.
Você que pois um fim.
Não te quero mais pra mim. Se eu quiser, serei boba.
De aceitar quem me esnoba.
Se um dia me quiseres pra te, te lembrarei que injusto foi.
E agora sobra. Se cuida. Quem sabe tem volta.

Melissa Prardo

4 comentários:

Samira disse...

Eita amiga.. é isso aew.
desabafe em versos
pro coração ficar melhor.

beijaum te amo!

Samira

Debora disse...

adorei essa mensagem mel.
ta muito linda, vc escreve bem.
bjos

♥ иαtαℓнìα мαgαℓнαes ♥ disse...

:) gostei muiuto
mecheo no meu colaçao...

te amuuuu

Uma princesa disse...

brigado meninas, fiz em um momento de
tlisteza.. hehe.. bjinhos amo vcs..