Saudações.

" Não quero lhe falar meu grande amor; das coisas que aprendi nos discos...
Quero lhe contar como eu vivi; e tudo o que aconteceu comigo (...)"

(Antônio Carlos Belchior- Como nossos pais)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Fidelidade.

Dar-te-ei minha palavra.

Se não for o bastante te darei um papel.
Nele escrito sou fiel, e assino.

Se ainda assim não creres, como então provarei
Que pra sempre, teu, serei?
Talvez tenha um jeito, eu exaltar meus defeitos.

Quem há de querer alguém assim, tão imperfeito?
Talvez só aquele, que se olhar no espelho.

E ver o tamanho do defeito, que cobre seu corpo inteiro.

16 comentários:

Diego Morais disse...

Hum... ficou bom.
Gostei.
Você escreve muito bem.
:)

Nayara disse...

MuitO lindo Mel..
Ameii
*;*
Parabéns!!

Eric R. disse...

Oi Mel ^^
Muito bom.
Difilmente enxergamos nossos defeitos,na maioria das vezes só vemos o que os outros têm,em nossa opinião,de errado.
Quanto a ser fiel,hoje em dia é raro.Só assinando promissoria mesmo kkk e ainda assim tem gente que não tem fidelidade.
Mas o mundo ainda tem salvação ,pelo menos assim espero ^^

Bela postagem.
Beijão e um ótimo fds :D

dand disse...

Melissa, obrigado pelo seu carinho em meu blog. Espero tê-la sempre lá.
Bom, o seu texto me fez refletir sabe.
Com meu namoro aconteceu isso. Julguei , não confiei, e meu ex colocou em evidencia os seus defeitos para eu me disperçar do fantasma que existia da infidelidade.
Me senti sensibilizado com o que vc escreveu. As vezes lendo a gente cai em si, né?

Vou te seguir tá?

Um grande abraço.

A Viajante disse...

Oi querida,
Primeiramente parabéns pelo seu blog, que é lindo muito muito encantador, e voce escreve muito bem viu! estou te seguindo!

Também quero dizer muito obrigada por sua visita ao meu blog, volte sempre que quiser, para me seguir é só ir lá em seguidores no canto direito do blog!

beijos!

ERICK MOURA disse...

muito bom o texto sua menina... =)
fiquei um tempo sem entrar na net, por isso a demora de postar novos comentarios por aqui.
mas estou de volta.
bj pra tu sua menina

OBS: tem texto novo la no meu blog esplicando o motivo pelo qual eu fiquei um tempo sem postar.

ERICK MOURA

Paloma Brezolin disse...

quee lindo , adoro poemas .
sou uma eterna romantica uahuah :*

Cristin disse...

Ameyyyyyy...mto lindo!
Bj

Denise Marinho disse...

acredito qe ser fiel nao é obrigaçâo , mas sim uma atitude recíproca de pessoas qe se amam , qem ama , na trái é simples .

gostei do texto :)

Denise Marinho disse...

aaaaaaaaah , eu tbm adooro , cmo pode existir pessoas qe nao gostam de flores ? oO
ô povo antiromantismo , namm ;s hihiii .
imp ? :)

Denise Marinho disse...

aah , beijos tesigo :) hihiii

Denise Marinho disse...

aham , uma música .
Legiâo Urbana , ja ouvio falar ? :)

caraaa , daqe da imperoooza ? lecal *00*
é bom encontrar gente daqi :)
beijas beijas Melissa :)

Dil Santos disse...

Oi Mel, tudo bem?
O mal do ser humano é que os nossos defeitos procuramos mantê-los invisíveis, enxergamos apenas os defeitos dos outros.
Que bom que gostou do poema, rs

Bjos querida
:)

Jéssica Caroline disse...

adoreiii seu textooo
=D

ERICK MOURA disse...

vim aqui ver se voce tinha postado coisa nova, mas nao encontrei, entao fico aqui esperando.
:D
bjo pra tu sua menina

Janaína disse...

Mel você arrasou aqui...
Esse seu poema ta show viu???
amiga sucesso pra ti, beijo.