Saudações.

" Não quero lhe falar meu grande amor; das coisas que aprendi nos discos...
Quero lhe contar como eu vivi; e tudo o que aconteceu comigo (...)"

(Antônio Carlos Belchior- Como nossos pais)

domingo, 8 de novembro de 2009

Dúvidas e mais dúvidas tenho eu.

Eu quero, mas tenho medo.
Espero-te, mas tenho receio.
É possível, eu sei.
Mas, e se não for como eu sonhei?
E se nos arrependermos? Como faremos?
Espero-te, mas até quando?
Dizes a mim que vai dar tudo certo.
E eu creio, mas e se der mesmo?
Estou pronta? Dirá que sim!
Mas como sabe se nunca teve alguém igual a mim.
Dirá que não tem o que dizer, mas sabe. Simplesmente.
Eu quero a te, e queres a mim. Simples assim.
Mas nem tão simples.
Não estás aqui, não estou aí.
Não somos iguais, nos gostamos, nos amamos.
Mas são apenas sonhos.
Quem nos dirá que se realizarão?
Se ninguém crê, além de nós.
Não poderemos estar sempre a sós.
No mundo, há muitos.
Além disso, o mundo nos separa. O que faremos
Para ficarmos juntos?
O que faremos com o nosso tempo?
O que faremos? O que faremos?
Se nunca nos vimos, e só Deus sabe se nos veremos.
Só Deus sabe se nos merecemos.
Só Deus sabe se devemos ficar juntos. Até o fim do mundo.

Afinal, o que faremos? Se nada podemos fazer. Além de torcer.

Observações:
Queridos amigos, não estou muito bem ficarei um pouco ausente de computador.
Mas volto em breve firme e forte, como de fato sou. E este "poema"
são apenas letras que meus dedos escreveram sozinhos rsrs..
Quando eu voltar avalio-o.

Abraços de Melissa Prardo.

10 comentários:

Priscila disse...

Nossa, quantas perguntas?
Por que tantas? rs
Não estás bem?
Uma melhora estável pra você, Querida!

Um beijo.

Uma princesa disse...

Meu mal é emocional Prii :(

Priscila disse...

Acredito que esse seja o pior, por que o emocional é nossa base e se ele desanda, nada mais anda!

Estarei aqui com pensamentos positivos pra sua melhora emocional, Querida! Um beijo.

Denise Marinho disse...

uui , mas se nao arriscar , Como SABERÀ ?
as vezes precisamos errar pra poder aprender a viver .
beijos beijos Melissa .
ve se nao demorar pra voltar o//

João Paulo DIas Martins disse...

Sem perguntas nao existiriam as respostas!!

MUITO BOM O TEXTO!!!

Que esses dedos continuem assim!!

Eric R. disse...

Você já esta meio caminho andado,já sabe concerteza as perguntas,agora grande parte das respostas estão dentro de ti, outra parte você descobrirá aos poucos,não desanime,lute pelo que acha valer a pena,sofrer todos vão,mas temos que decidir por quem vale a pena.
Viva a vida,errando e acertando simplismente viva.
Descanse e espero que encontre soluções para todas as suas interrogações.
Lindo texto.Maravilhoso mesmo.

Beijos :D

Denise Marinho disse...

HAHA ,
nem te conto .. terminei o//
Graças a Deus (yn)
e vc estudando aiinda ?

Diego Morais disse...

Gostei muito do poema.
É bem interessante.
Cheia de dúvidas, como todo mundo.
"Dizes a mim que vai dar tudo certo.
E eu creio, mas e se der mesmo?
Estou pronta?"
Você sempre estará pronta.
:)

Denise Marinho disse...

aaaaaaaaaaaaah AINDA nao , qero nutriçâo e comeciim do ano eu começo a fazer (yn) féinDeus .
nâo não fiiz nao , cmo foi ?
axa q se saiu bem ? :)
beijaaaaaaaaaaas mel

João Paulo DIas Martins disse...

Eu conheco uma iara que mora em Palmas sim linda!!

Agora nao lembro de ja te conhecer!!!

Beijos