Saudações.

" Não quero lhe falar meu grande amor; das coisas que aprendi nos discos...
Quero lhe contar como eu vivi; e tudo o que aconteceu comigo (...)"

(Antônio Carlos Belchior- Como nossos pais)

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Acorde querido.


Já amanheceu. O sol brilha lá fora, pode-se ver a luz. Ou serão teus olhos?
Que brilham, mas que as estrelas, e engano-me a pensar que já se foi o luar.
O sol vai demorar pra voltar, ainda bem. Que demore mesmo. A luz do luar é tão bela que
Deixa-se admirar, quanto à luz do sol, mal se pode olhar e logo se deseja que ele adormeça.

7 comentários:

Room 7 disse...

ah que lindo *-*

- Gabi Lima (http://www.dasonze.blogspot.com/)

Tania Girl disse...

Lindo!!!
Adorei!!!
bjus
feliz 2010!!

Priscila Rôde disse...

Acorde querida.. rs
Que seu 2010 seja feliz,
muito feliz!

Diego Morais disse...

Tbm gosto do brilho do sol e do luar.
Bom poema.
Bem arranjado.

Nana disse...

Gentemm, que lindoooo... Inspirador!!!
Lindo mesmo!!!!

Larissa disse...

rsrs eu achei fofo esse texto aqui amiga
te adollo.. bjin

Mel disse...

Este aqui, este é o MEU POEMA
PREFERIDO!!
fiz para um amigo, mandei no msn, e salvei no meu
caderninho de anotações...
:)